Terra do nunca.

Onde é permitido sonhar.


12 de julho de 2011

O medo.

“Mãe, liga a TV que eu tenho medo de dormir no escuro”.

16 anos se passaram e eu continuo dormindo com a televisão ligada, a programo para desligar, coloco em media 60 a 90 minutos, mesmo sabendo que de 15 minutos não passo. O escuro já não me assusta como antes, mas a minha imaginação diante dele que sim, prefiro não arriscar.
Medo, sentimento que caminha com a gente sempre, em qualquer idade ou fase de nossas vidas, medo do bicho-papão, da bruxa, do lobo, medo do sapo, de barata, de lagartixa ou cágado (em Lila?), medo de altura, do mar, do fogo, medos que ninguém entende medos que todos têm medos que não temos como evitar, medos sempre estarão entre nós.
Agora existe aquele medo sutil, não assusta tanto quanto os outros, nem tem cara feia, quem nunca teve medo de se envolver? De se entregar? Se jogar de cabeça em uma relação onde você simplesmente se apaixonou? Como confiar? Ele fala coisas bonitas, parecem sinceras, mas como saber que ele é diferente daquele cafajeste que já passou por sua vida?
Esse medo é horrível, pois nos faz fugir de sentimentos bons, de momentos valiosos, nos afasta, nos proibi, pensamos “eu quero” e quando damos conta que estamos perdidos de amor recuamos por medo. Temos vontade de ligar, de mandar mensagem, de dizer que amamos, de sair correndo e ir ver a pessoa, de largar tudo por ele (tudo mesmo), de desafiar a todos, de correr os riscos, de pegar no colo, fazer carinho, dá amor e de repente travamos por MEDO.
Medo de quebrar a cara, de ser magoada, de chorar, de ser traída, de ouvir mentiras, de ser enganada, de ser mais uma, medo de se entregar e não receber o mesmo em troca, medo do medo, de se expor, medo de se mostrar frágil, é tanto medo, tanta dúvida que surgi na hora que a pessoa até pensa estar louca e amar é mesmo uma grande loucura. Em relação a esse medo, creio eu, temos poucas escolhas, ou nos afastamos e vivemos sozinhos achando que assim não mais teremos medo (ledo engano) ou vamos arriscando, enfrentando os medos e rezando para que esse alguém não seja mais um canalha na sua vida. Quer uma dica? Corra o risco e enfrente esse medo, por mais difícil e perigoso que seja.


Medo de amar - Adriana Calcanhoto

Você diz que eu te assusto
Você diz que eu te desvio
Também diz que eu sou um bruto
E me chama de vadio

Você diz que eu te desprezo
Que eu me comporto muito mal
Também diz que eu nunca rezo
Ainda me chama de animal

Você não tem medo de mim
Você não tem medo de mim
Você tem medo é do amor
Que você guarda para mim
Você não tem medo de mim
Você tem medo de você
Você tem medo de querer...

Você diz que eu sou demente
Que eu não tenho salvação
Você diz que eu simplesmente
Sou carente de razão
Você diz que eu te envergonho

Também diz que eu sou cruel
Que no teatro do teu sonho
Para mim não tem papel

Você não tem medo de mim
Você tem medo é do amor
Que você guarda para mim
Você não tem medo de mim
Você tem medo de você
Você tem medo de querer...


14 comentários:

Olha, eu posso parecer suicida mas... mesmo tendo medo, eu me jogo, me atiro, me apaixono e bebo cada gota do possível "veneno".

E sabe por que? Porque eu tive medo de ser traída: e fui traída. Tive medo de ser enganada: e fui enganada. Tive medo de ser abandonada: e fui abandonada. E então, depois de perceber que com medo ou sem medo, as coisas simplesmente podem acontecer, não me privo mais de experimentar.

Como eu digo sempre a uma amiga que pensa igualzinho a você (ela morre de medo de sofrer): nós temos duas opções quando nos jogamos de cabeça em uma relação: ou quebramos a cara ou dá certo. E quando não nos jogamos de cabeça, temos apenas uma opção: nunca saber se daria certo!

Beijos e felicidades pra você!
 
É isso mesmo! Vc nunca vai saber se não arriscar!!! Mas confie desconfiando...

Beijos!

Micha( valequantopesa-micha.blogspot.com
 
Ei Lari, o medo é um bobo, não liga pra ele não, concordo com o comentário da Mi..."E então, depois de perceber que com medo ou sem medo, as coisas simplesmente podem acontecer, não me privo mais de experimentar."
beijos
 
Corra o risco ou mais tarde você pode ficar imaginando como teria sido. E isso é muito ruim.

Beeeeeeeijo, sumida!
 
Quase 17 anos e EU ainda tenho medo de escuro.
Mas tem medos que nós temos que superar.Isso é fato.

PS:eu tô com um novo projeto lá no coisas de meninas,mais incluso com as leitoras [para vocês opinarem sobre o que gostariam de ler,os assuntos que gostaria que o blog abrange-se,e etc] passa lá e dá sua opinião,tá?
 
LARI...SAUDADESSSS DE VC LINDONA...BJUSSSSSS
 
Tem selinho pra vc no meu Blog,
Obrigada pelo carinho!

Beijos


http://chaar-cherry.blogspot.com/2011/08/selo-comemorativo-8x60.html#links
 
pow massa lari,

seu blog ta massa...


=]

=***
 
Muito bom seu blog! Parabéns! Estou seguindo. Bjão!
 
LARI,CADÊ VOCÊ!!!!!!!!!!!!!!
Saudades.
Não some não.
Um beijo.
 
Não volta mais?
 
Estou a segui-la, siga-me também. Gostei de seus escritos. Parabéns!

O peso do medo equivale-se ao peso da pancada dolorosa que outrora sofremos e esta nunca esquecemos pois machuca...ah sim, machuca mesmo!
Abraços!
 
Interessantes teus posts, escrevo para divulgar o : www.o-cercadinho.blogspot.com Caso queira acompanhar e dar umas risadas,
será um prazer ter nos visitando lá. O que é o Cercadinho? Segue apresentação para te situares. Em cada relacionamento afetivo, os envolvidos ficam restritos a um espaço, O Cercadinho, onde acontecem as interações. Em algumas fases, está cheio de "queridas", mas em outros, quase vazio. O Cercadinho é o resultado das conquistas amorosas, onde cada um preenche à sua maneira e gosto. Pode ter o critério de cotas e uma de cada: loira, morena, mulata, ruiva e/ou japa. Com faixas etárias e tipos variados. Até monogâmico com apenas uma mulher selecionada. Somos cinco homens escrevendo relatos e histórias, sem pretensão literária sobre O Cercadinho. Heitor faz o estilo confuso e rebuscado. Apaixonante e cafajeste, este é Wanderlei. Já Cebola faz o estilo 100% sincero e sem rodeios. Seco, objetivo e um pouco bagual com sentimentos, assim é Iberê. E Marcão, bom, esse é trash total. Entre no nosso Cercadinho e boa leitura.
Iberê
 
Adorei o Blog! Estou morando em Salvador e acho que vc poderá me dar muitas dicas da cidade também!
bju
www.coisasdemulheresqueamam.blogspot.com.br
www.mulheresimperfeitass.blogspot.com.br
 

Postar um comentário